Novo projeto de lei pode trazer batalha entre editores de tecnologia e notícias para os EUA

Os legisladores dos EUA estão promovendo um projeto de lei que daria aos editores de notícias a capacidade de se reunir para negociar com empresas como Google e Facebook sobre questões relacionadas a dados de leitores e pagamento por conteúdo.

Na quarta-feira, a senadora Amy Klobuchar e o senador John Kennedy apresentaram a Lei de Competição e Preservação de Jornalismo .

“Os jornais estão travando uma luta de vida ou morte com gigantes da tecnologia como Google e Facebook, e não é uma luta justa”, disse Kennedy em um comunicado.

A legislação proposta segue a polêmica na Austrália  no mês passado, quando o  Facebook retirou as notícias de sua plataforma depois que o país aprovou uma lei exigindo que as empresas de tecnologia paguem pelo conteúdo das notícias. Desde então, a rede social suspendeu o bloqueio, depois que o governo australiano fez algumas concessões. 

Até agora, a legislação dos EUA tem apoio bipartidário tanto no Senado quanto na Câmara, informou a Bloomberg na quarta-feira. Klobuchar disse à publicação que a legislação está sendo introduzida agora porque o Facebook e o Google têm um “monopólio irrestrito”, acrescentando que as empresas “achavam que tinham tanto poder que poderiam literalmente sair de um grande país”.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *