Trump supostamente deu à CIA mais poderes para ataques cibernéticos com ordem secreta

A capacidade da CIA de conduzir ataques cibernéticos em outros países ganhou um impulso em 2018, depois que o presidente Donald Trump assinou uma ordem secreta dando mais liberdade, informou o Yahoo News na quarta-feira. A descoberta presidencial aparentemente desfez as restrições criadas por governos anteriores, permitindo que a agência autorizasse mais de suas próprias operações em vez de esperar pela aprovação da Casa Branca.

Foi projetado para permitir que os EUA partissem para a ofensiva contra “países adversários” como Rússia, China, Irã, Coréia do Norte e outros, de acordo com o relatório, que citou ex-funcionários americanos não identificados.

Os poderes adicionais permitem que a CIA interrompa a infraestrutura (como eletricidade) ou vaze informações confidenciais online, observou o Yahoo News, e ampliou seu escopo para atingir grupos de mídia, instituições de caridade, instituições religiosas ou empresas potencialmente ligadas aos serviços de inteligência do país com ataques cibernéticos.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *